30/11/2016

Livro Falando o mais rápido que posso e revival de Gilmore Girls


Quem não conhece a serie Gilmore Girls preste muita atenção, pois você está prestes a conhecer a serie mais incrível do mundo. Desde a indicação no livro "Minha vida fora de serie" da Paula Pimenta e do vídeo da Mell Ferraz, não me desgrudei da serie que apesar de não ter terminado todas as temporadas, já estou com saudades. 

O primeiro post sobre a serie você pode conferir clicando aqui, pretendo fazer um outro falando sobre cada temporada, e uma sobre o revival, mas ainda vai demorar um pouco. Lembrando que no link acima tem os links para downloads. 

Mas não vim aqui para somente te indicar a serie, vim contar um pouco sobre o revival da Netflix e sobre o mais novo livro publicado pela editora Record escrito pela atriz e escritora Laurem Graham, a famosa Lorelai. 

18/11/2016

Resenha literaria - Terra de Historias - O retorno da feiticeira





Sinopse:“Bela Adormecida estava prestes a gritar por ajuda quando um clarão cegante de luz violeta encheu a floresta. O clarão, porém, durou apenas um segundo. Ela sentiu o cheiro de fumaça e se levantou, olhando em volta. A floresta estava em chamas, e todas as árvores tinham sido transformadas em rocas.
Agora não havia como negar: o maior medo do reino se tornara realidade.
-A Feiticeira – Bela Adormecida sussurrou para si mesma. –Ela voltou.”






Ao terminar de ler este livro, no dia seguinte já estava com saudade dos personagens e das aventuras, de como a história foi se moldando e deixando o final impressionante e perfeito. Este jovem escritor o Chris Colfer é um ótimo criador de historias, ao ler tanto o primeiro quanto este segundo, você fica com vontade de saber mais e de como as tudo vai se unir e entender o que aconteceu com cada personagem dos contos de fadas.

Neste segundo livro, voltamos a vida dos irmãos Conner e Alex, um ano depois dos acontecimentos do outro livro. Era aniversário deles e nada da avó aparecer, o que estava deixando os irmãos um pouco confusos. Conner começou a escrever sobre o que aconteceu na sua viagem no Terra de histórias e Alex estava um pouco confusa e com saudades do lugar onde seu pai nasceu.

16/11/2016

Dica de filme: Como não esquecer esta garota


Com o papel principal, a fofa atriz Alexis Bledel famosa pelo papel de Rory em Gilmore girls, interpreta neste filme a Molly, uma jovem moça que tem sua vida um pouco bagunçada e cheia de amores errados.

Enquanto trabalhava em uma lanchonete como garçonete, reparou no homem que estava sentado sozinho em uma mesa falando para uma caneta, no caso, gravando um áudio. Depois de trocar poucas palavras nfjfkeks recebeu um telefonema no telefone da lanchonete e Molly curiosa gravou um áudio falando qual era o nome da flor que ele havia admirado.

15/11/2016

Resenha Literaria: Peter Pan - J. M. Barrie


Todo mundo ou boa parte dele conhece a famosa história do menino que não crescia e morava em um lugar chamado terra do nunca.

Peter Pan é um clássico que mesmo quem não conhece a historia sabe da existência dela e apesar de ser uma história escrita há muitos anos ainda é bem conhecida.

Boa parte conhece a partir de filmes, nas tive a oportunidade de ler o livro de J. M. Barrie, a história original.

A história se passa na Inglaterra onde mora a família Darling. Sr e Sra Darling e seus três filhos, Wendy, João e Miguel. Todos eram uma família feliz e em uma noite os sr e sra Darling tiveram que ir a uma festa e por "má criação" da babá e cadela Nana, acaba ficando presa no lado de fora da casa. Mal sabiam que a partir daquele dia uma grande aventura estaria sendo vivenciada pelas crianças.
Naquela noite, após as crianças dormirem, Peter entra no quarto com sua amiga fada Sininho a procura de sua sombra que avia sido arrancada noites atrás pela Nana.

11/11/2016

Dica de filme: Porque eu Senhor



Este filme é sensacional, maravilhoso, e muito engraçado, é o primeiro filme gospel em estilo comedia que eu assisti e confesso que amei, deveria ter mais filmes assim, e talvez exista.

O protagonista deste filme é um ator que fez Deus não está morto no caso dos dois filmes, o pastor. David A. D. White. (Ele é dono de uma produtora de filmes chamada Pure Flix e faz participação em vários filmes cristãos.) 

Quem acha que vida de pastor é fácil e perfeita, está muito enganado e é do que este filme se trata. Conhecemos Rich Chaplin um pastor que é conhecido em sua cidade e ajuda muitas pessoas, mas sua vida está de cabeça para baixo. Com seu casamento indo de mal a pior e seu relacionamento péssimo com seus filhos. Rich se vê em desespero e pede que seu melhor amigo traga um filme para que possam assistir juntos.

Ele ora para Deus pedindo que o ajude a mudar a sua vida e então tudo acontece. Ele ouve alguém bater na porta e ao abrir vê uma forte luz. Quando acorda se dá conta de que está em um quarto diferente, uma cama grande com lenções finos e caros, e tem a empregada que lhe trás remédios e o café da manhã. Assustado tenta fugir, mas não dá. Ao se ver no espelho percebe que não é ele mesmo, é um senhor já de idade. Depois de um acontecimento ele acaba acordando novamente, mas agora ele já não é um senhor, na verdade estava usando roupas femininas e se passando por uma modelo insatisfeita com seu padrão de beleza e consigo mesma. 

Adormece e acaba virando o namorado de sua filha e descobre algo que qualquer pai não gostaria de ouvir. Ele também se passa por uma senhora, um peixe e até mesmo pela sua mulher. A historia vai se desenvolvendo até que ele realmente volta para o seu corpo e descobre que tudo não se passou de um ensinamento do Senhor Deus. 

Vale muito apena assistir este filme, é envolvente, engraçado, nos deixa pensativos, e nos ensina que a vida é uma bagunça as vezes porque não nos damos atenção, nem damos atenção para as coisas e pessoas ao nosso redor. Assista e não irá se arrepender.

Classificação: 5 estrelas *****
Filme muito bom e edificante também, vale a pena assistir.

Confira o trailer:


Confira o filme no youtube:

09/11/2016

Resenha literária - Minha vida fora de série 1 temporada


Paula Pimenta é realmente uma das escritoras brasileiras mais conhecida e amada em território nacional e até mesmo fora dele. Autora do famoso livro que deu início a sua carreira, Fazendo meu filme e Minha vida fora de série que é o foco principal de hoje.
Quem já leu Fazendo meu filme já deve saber ou conhecer de uma outra serie de livros decorrente deste, o livro Minha vida fora de série, onde personagem principal deste livro aparece no livro Fazendo meu filme.

Estava na minha lista de livros para ler este ano e como já li decidi fazer resenha do livro aqui no blog.

O livro fala de um amor entre dois jovens, na verdade o começo dele, quando trocaram os primeiros olhares e o motivo da Pricila querer ficar em Minas Gerais. Este livro mostra como é difícil mudar de cidade e como podemos nos adaptar a ela, a separação dos país e aprendemos a dar mais valor as pessoas quando estamos longe dela, assim como temos que confiar nas pessoas que conhecemos, além de aprender umas dicas de namoro com a mãe da Pricila.
Quem gosta de um romance juvenil vai se apaixonar pelo livro, a leitura é gostosa e cheia de altos e baixos.

Aliais vocês também descobrem um monte se séries maravilhosas como Gilmore Girls. Obrigada Paula por ter colocado a série no seu livro. Melhor seriado de todos, confira a resenha da série aqui.

Sinopse do livro: Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? A princípio, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém diferente. Mas será que o papel escolhido é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos, Priscila percebe que o que importa não é o lugar e sim as pessoas que vivem nele. E que, além da nova cidade, há algo mais importante a se conhecer: ela mesma. Quem gosta da série “Fazendo meu filme” não pode perder o livro de estreia dessa nova série de Paula Pimenta. Situado no mesmo universo ficcional, temos a oportunidade de acompanhar alguns dos nossos já adorados personagens, três anos antes da história de "Fazendo meu filme” começar. Não perca a 1ª temporada da vida fora de série de Priscila.


Compre o livro na:


Vale a pena ler. 
Dou cinco estrelinhas *****




07/11/2016

Dica de filme: Tini depois de Violeta


Muitos de vocês devem ter assistido Violeta quando crianças ou adolescentes, e talvez eram apaixonados pela serie que quando acabou ficou com vontade de quero mais. Eu apesar de ter quase 20 anos, ainda não assisti a serie completa, apenas alguns episódios da segunda temporada no sbt no começo deste ano. Infelizmente ainda não encontrei links para baixar a serie completa com uma definição boa ao menos, se vocês souberem me avisem nos comentários.

O pouco que eu já assisti foi o suficiente para amar os personagens e a Ange, (não me juguem amo a Ange), a Vilu, o Leon e todos os outros personagens, de fato a serie é muito boa.

Mas vim aqui resenhar o filme que estreou este ano, mais necessariamente dia 16 de junho de 2016, e teve bastante publico para matar a saudade da Vilu no cinema. Talvez você ficou um pouco confuso sobre o titulo do filme, mas ao assistir vai entender o que Tini representa e enfim, ela irá se encontrar.

Tudo começa com a falta de inspiração e o cansaço de Violeta, tudo o que ela mais queria era passar uns dias longe de tudo e de todos, ou somente descansar como uma pessoa comum, mas sua carreira de cantora está no auge e a produtora está querendo lançar um novo disco. Ao descer do avião descobre que seu namorado Leon que está gravando em Los Angeles, pode estar traindo ela com a companheira de trabalho, ou melhor de clipe, onde aparecem em cenas como se fossem namorados, claro que isso é no clipe.  

Violeta ao saber de tudo em um programa de TV diz que vai se aposentar e que não pode mais cantar, e assim volta para casa e conversa com sua melhor amiga, Ludmila. O pai dela, German a entrega uma carta que uma velha amiga o entregou anos atrás e Violeta logo embarca para a casa de Isabela onde encontra novas pessoas que querem fugir de tudo e ir em busca de seus sonhos, aprimorar aquilo que já sabem. Depois de perder a mala e o celular, faz amigos que a animam e recebe um convite do capitão do navio para conhecer a cidade na Itália. Logo ficam bastante amigos e ele descobre que sente algo por ela.

Desafiada a escrever uma musica para a o festival que seria em duas semanas, Violeta e seus amigos levam o piano para a lua e lá ela descobre seus sentimentos profundo e escreve uma nova musica.

Leon ao descobrir que todos diziam mentiras e que Violeta havia ido embora e não queria mas o vê-lo corre e desiste de tudo indo em busca do seu grande amor, mas ao chegar na montanha alta, onde o piano era iluminado pela lua, viu algo que nunca imaginaria...

O festival está chegando, Ludmilia aparece e procura por Leon, mas nada e logo Violeta percebe quem era o homem do cavalo, e sem mais nem menos corre.
A apresentação foi espetacular e pode mostrar o que cada um que estava morando naquela casa era capaz de fazer. Agora ela não era mais Violeta era Tini, a Tini que sempre foi.

Amei este filme, fiquei super apaixonada, a musica fica na cabeça o tempo todo, é muito envolvente e linda, não poderia ter sido melhor, se eu estivesse ido no cinema teria valido cada centavo.

Classificação: 5 estrelas*****


Trailer do filme:









Já assistiu o filme?
Comente ai e deixe sua opinião.



04/11/2016

Dica de serie - The Crown


Uma das produções mais caras da Netflix é a serie The Crown vai contar a o inicio do reinado da Rainha Elizabeth II que ainda reina a Inglaterra com seus 90 anos, considerada a Rainha que mais governou o país superando até mesmo a Rainha Victoria.

A estreia da serie é hoje 4 de novembro de 2016, e eu estou muito ansiosa e curiosa para assistir (não tenho Netflix, e vou ter que esperar sair os dowloads para baixar). A Inglaterra é um dos lugares que pretendo conhecer um dia e tenho certeza que vou gostar da serie pois sou apaixonada pelo país e pela rainha, alem de gostar bastante de historias de reinados e princesas, alem do mais seria muito incrível conhecer um pouco mais sobre a historia de uma mulher que é uma influencia para o mundo e mostrar as batalhas que ela teve que passar durante seu inicio de reinado, ser rainha não é uma tarefa fácil. 

A historia irá começar com o casamento de Elizabeth com Philip Mountbatten, em 1947 após a morte de seu pai rei George 6º antes de se tornar rainha aos 25 anos de idade. 

03/11/2016

Ajude mais ao invés de jugar - Pensando na vida


Porque não olhamos os nossos erros? Queremos sempre opinar na vida dos outros, achar que somente nós temos a verdade, que ele ou ela fez isso ou aquilo de errado. O que acabamos não vendo é que os erros aparecem para que possamos aprender com eles, melhorar nossas atitudes e compreender o que está ao nosso redor.

Quero dizer que muita das vezes não é você ou a outra pessoa que está errada, não existe o certo e o errado nesta situação, o que existe é o compreender um ao outro. Parece um pouco confuso não é? Enfim, vou tentar simplificar.

"- Você não fica em casa, vive no bar com aquele seus amigos inúteis, não dá atenção para mim que sou sua esposa, você só pensa em beber e beber. - Diz a mulher furiosa.

- Eu só estava com uns amigos, agora não posso me divertir um pouco? - O homem falou em um tom mais baixo.

- Não, você tem uma casa, filhos, esposa, tem afazeres no lugar onde nem se quer passa metade da sua vida. - A mulher ficou alterada.

- Não inventa história mulher, pare de falar bobagens, eu não casei para ficar trancado dentro de casa onde a mulher manda em mim. - O homem falou irritado."

Percebe que nesta pequena historinha os dois se acusam, mas ninguém tenta arrumar o erro. Jugar o outro sem saber o que se passa na cabeça dela é um erro grave, a vida é confusa e os pensamentos de uma outra pessoa também pode ser confusos.

Boa parte dos relacionamentos não estão dando certo pelo simples fato da falta de comunicação e do ouvir e compreender o outro, sendo que para resolver a maior parte dos problemas é somente entender o real problema e resolve-lo de forma sensata.

Na pequena história que escrevi, o erro é o jugar ao invés de ajudar. O homem mal chega em casa e a mulher já briga, discute, diz palavras jugado-as dizendo que ele não liga para ela ou para casa, que a bebida e os amigos são o problema. Sabe o que ela deveria fazer? Conversar, colocar suas opiniões sobre a mesa e tentar solucionar de forma culta. Muitos maridos ou esposa parecem preferir os amigos porque eles não te acusam ou ao vê-los já vão brigando, dizendo palavras que muitas das vezes doem. Se ela quer uma solução, ela deve planejar e tentar muda-lo, orar com muita fé, tomar cuidado ao dizer tais palavras que possam machucar o coração, se você mudar, se a ou o chefe da família mudar, todos da casa vão mudar, seja exemplo e melhore.

Não que o marido daquela mulher estivesse certo, pelo contrário, não é certo preferir os amigos a que a esposa, mas ele pode se sentir melhor ao lado deles, pelo fato da mulher só falar mal dele, no sentido de que ele é isso ou aquilo. O mesmo acontece de forma contrária, e a resposta para isso é a comunicação, o compreender o que o outro quer dizer e ouvi-lo, tentar resolvera situação de forma madura e adulta, veja os dois pontos da história e siga no terceiro caminho.

Isso não acontece somente com os casais, também acontece entre pais e filhos, vizinhos, professores e alunos, parentes, até mesmo entre amigos e colegas. Então fique de olho, pare de jugar e ouça com atenção o que os outros dizem, e seja melhor que qualquer discussão ou briguinha.

"Ame mais, jugue menos."

"Não jugue, ajude."

Ouça a musica da Marcela Tais "Ame mais, jugue menos":